fbpx

Telemedicina: como aproveitar a consulta ao máximo?

13 de julho de 2020 por Equipe CON0
telemedicina-como-aproveitar-a-consulta-ao-maximo-2.jpg?time=1596566083

Agendou uma teleconsulta pela primeira vez e está com dúvidas? Veja as nossas dicas!

Com o aumento das medidas de isolamento social, a telemedicina tem sido adotada por médicos e hospitais no país inteiro. (colocar aqui que com a telemedicina ela tem como objetivo manter a rotina de exames em dia, que é fundamental, por exemplo para diagnóstico precoce de câncer)

Em alta, a solução permite que os médicos façam atendimento de pacientes de forma on-line, ou seja, por meio de videochamadas. 

Além disso, ligações telefônicas também são permitidas nessa modalidade recém-autorizada no Brasil. 

Vale lembrar que a medida é válida para a rede pública e privada de saúde! Com a teleconsulta, você pode:

  • Receber orientação médica;
  • Realizar atendimento pré-clínico;
  • Fazer consultas de rotina;
  • Receber suporte assistencial;
  • Monitorar a saúde;
  • Receber um diagnóstico.

Ou seja, o paciente tem acesso de qualidade aos recursos da medicina em todo o Brasil! Os limites geográficos são significativamente reduzidos com a utilização dessa modalidade.

Apesar de ter sido aprovada há pouco tempo no Brasil, já podemos notar diversas vantagens. Confira algumas delas:

  • Agiliza o atendimento ao paciente;
  • É uma forma eficiente de triagem;
  • Dispensa a necessidade do paciente se deslocar até o consultório, o que é essencial em tempos de pandemia;
  • Evita gastos com deslocamento;
  • Facilita a consulta para pacientes com dificuldades de locomoção;
  • Possibilita ouvir uma segunda opinião de forma mais rápida.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre como funciona a telemedicina, está na hora de descobrir como ter consultas de qualidade. Continue acompanhando o artigo!

Como aproveitar a telemedicina ao máximo

Você agendou uma consulta por videochamada e chegou o dia do atendimento. E agora?

Por estar acostumada(o) a ir até o consultório do seu médico e ser examinada(o) pelo profissional, é normal sentir receio na primeira teleconsulta. Mas lembre-se de fazer a sua parte para que a avaliação ocorra com sucesso! 

Por isso, separamos algumas dicas para que você aproveite a telemedicina ao máximo. Veja:

Antes de falar sobre os sintomas…

Você deve verificar a conexão do seu computador, tablet ou celular. Certifique-se de que a internet esteja funcionando bem para que não ocorram imprevistos durante a consulta.

É essencial manter uma linha de raciocínio quando está falando com o seu médico, afinal, ele precisa entender de forma clara e objetiva o que está acontecendo, para que o diagnóstico seja ainda mais assertivo. 

Como apresentar todos os sintomas? 

Uma dica para o momento de falar sobre o que você tem sentido é anotar todos os seus sintomas. Escreva, também, quando cada um começou a aparecer, a frequência e a gravidade.

Por exemplo, vamos supor que você esteja com diarreia. Anote:

  • Data do primeiro episódio;
  • Frequência de idas ao banheiro;
  • Notou que a mudança ocorreu após uma determinada alimentação;
  • Junto com a diarreia surgiram cólicas fortes;
  • Outros sintomas etc.

Assim, não haverá chance de esquecer de falar com o seu médico sobre algum sintoma, o que pode influenciar no seu diagnóstico.

Utilize os aparelhos disponíveis em casa

Certamente, você tem um termômetro aí, correto? Acompanhe a sua temperatura para registrar se houve alteração. Não deixe de medir a pressão arterial, caso tenha o aparelho disponível em casa. 

E, claro, anote esses dados também.

Não esqueça de falar sobre as últimas idas ao médico

Você está fazendo algum tratamento ou estava até o começo da pandemia? Quais foram os seus últimos problemas de saúde? Quais medicamentos você está tomando ou tomou recentemente? Tem registros dos últimos exames realizados?

Não deixe de compartilhar com o médico todos os detalhes sobre o seu histórico médico

Transmitindo as últimas informações ao especialista

Outro ponto que você não deve esquecer de mencionar é sobre o histórico familiar e se há outras pessoas que moram com você que estão passando por problemas de saúde. 

Dependendo do caso, as informações podem ser muito úteis para que o profissional possa chegar a um diagnóstico preciso.

E lembre-se: sabemos que o momento é novo para você, mas tente ficar calma(o) durante a consulta, para que o médico consiga avaliar o seu caso, conduzindo a conversa de forma bastante tranquila.

Teleconsultas: o que o CON tem feito?

Para oferecer mais conforto e segurança aos nossos pacientes, o CON tem feito consultas por meio da telemedicina e está pronto para atender às necessidades de cada um.

Em nosso site, há uma área dedicada à realização de consultas de forma prática, garantindo a segurança dos dados de cada pessoa atendida. 

Além disso, também disponibilizamos um setor dentro do site apenas para pacientes, onde é possível ter acesso às receitas digitais, sem a necessidade de impressão. Basta levar o celular à farmácia e apresentar o QR Code! 

Outro ponto importante é o Alô CON: nosso atendimento por telefone/WhatsApp está focado em oferecer aos pacientes sintomáticos respiratórios a realização de triagem com enfermeiro, para posterior encaminhamento à equipe médica.

Além disso, aumentamos as nossas coletas domiciliares para evitar o deslocamento dos pacientes durante o período de covid-19 e também disponibilizamos um canal por WhatsApp para pacientes em tratamento oncológico/hematológico, focado no envio de exames que serão avaliados por nossos médicos.

 

REPASSANDO O QUE VIMOS NESTE POST

  • Com o aumento do isolamento social, a telemedicina tem sido adotada no país inteiro e permite que os médicos façam atendimento por videochamadas ou telefonemas;
  • Assim, o paciente tem acesso de qualidade aos recursos da medicina em todo o Brasil. Não sabe como aproveitar a consulta ao máximo? Veja dicas:
    • Verifique a conexão do seu computador, tablet ou celular;
    • Anote todos os seus sintomas, quando cada um começou a aparecer, a frequência e a gravidade;
    • Meça a temperatura e a pressão arterial;
    • Fale sobre o seu histórico: últimos tratamentos, remédios, exames e idas ao médico;
    • Não deixe de falar sobre o histórico familiar!

Você deseja agendar a sua consulta no CON? Basta clicar no banner a seguir!

Equipe CON


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. * Campos obrigatórios


CON - Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão - Todos os direitos reservados Copyright 2020