fbpx

Recebi o diagnóstico de câncer… e agora?

2 de setembro de 2020 por Luiza D'Ajuda0
recebi-o-diagnostico-de-cancer-e-agora.jpg?time=1600277403

Saiba todas as orientações que você precisa receber do seu médico após o diagnóstico de câncer.

Sabemos que receber a notícia de um diagnóstico de câncer é um momento muito delicado.

Afinal, ele pode vir acompanhado de um misto de sentimentos – do medo às preocupações com o futuro. Saiba que é normal se sentir assim! 

O mais importante é não permitir que os sentimentos negativos afetem o seu tratamento, seja o início ou a continuidade dele. 

Acreditar na possibilidade de cura, assim como nós acreditamos, é o primeiro passo para começar essa nova etapa. 

Além disso, buscar todo o suporte necessário também é fundamental para seguir em frente. Por isso, separamos algumas orientações que você deve receber do seu médico após o diagnóstico.

 

Boa leitura e vamos em frente!

#1 – Importância de iniciar o tratamento o quanto antes e prosseguir com ele

Recebeu o diagnóstico?  Segue uma de nossas principais recomendações: inicie o tratamento o mais rápido possível! 

Assim como falamos no começo deste texto, nós sabemos o quanto é desafiador o momento do diagnóstico. Porém, você não deve adiar o começo do tratamento, pois essa demora pode atrasar o restabelecimento da sua saúde. 

No caso do câncer de mama, por exemplo, a chance de cura chega a 95% quando o diagnóstico é realizado de forma precoce e o tratamento iniciado em sequência.

Outra recomendação que deixamos aqui é sobre a importância do suporte psicológico. Busque ajuda de um profissional para lidar com este momento da melhor forma possível: a sua saúde mental importa (e muito!).

No CON, nós temos uma equipe multidisciplinar composta por profissionais de diferentes áreas, como nutrição, fisioterapia e até mesmo psicologia. Iremos falar melhor sobre isso ao final deste artigo. Continue lendo!

#2 – Você conhece os direitos da pessoa com câncer?

Sim, é verdade que o paciente oncológico possui direitos especiais. Fique de olho nisso!

É importante que você saiba quais são os seus benefícios, pois assim é possível evitar problemas desnecessários lá na frente. 

Algumas das principais facilidades à pessoa com câncer são: 

  • Saque do FGTS;
  • Isenção do Imposto de Renda;
  • Auxílio-doença;
  • Compra de veículos;
  • Quitação do financiamento do imóvel próprio.

Para obter mais informações sobre o assunto, não deixe de ler o Guia que preparamos:

#3 – Sobre a realização de exames de rotina

Assim como são fundamentais para manter a saúde em dia e realizar a detecção precoce de neoplasias, os exames de rotina também são uma realidade para pacientes oncológicos.

Assim, o médico oncologista pode determinar qual é o melhor protocolo para o seu caso e garantir a melhor forma possível de manter o seu bem-estar.

Os exames que serão solicitados ao longo do tratamento irão variar de acordo com o tipo de neoplasia. Não deixe de fazê-los!

Como estamos vivendo um momento atípico, de pandemia, também há a possibilidade de ter a coleta do material a ser examinado dentro da sua própria casa. Vale a pena verificar essa questão com o local escolhido para fazer o exame.

Em nosso blog, temos um artigo sobre exames de rotina para pacientes oncológicos. Não deixe de ler!

#4 – Cuidados com a alimentação durante o tratamento oncológico

Cada organismo é único, ou seja, a reação à quimioterapia, por exemplo, irá variar de acordo com a pessoa que estiver recebendo o tratamento. 

Alguns sintomas característicos das neoplasias, como náuseas e constipação, podem ser contornados com o apoio de uma anamnese alimentar. 

Porém, em linhas gerais, nutricionistas oncológicos costumam recomendar alguns cuidados básicos com a alimentação. São eles:

  • Evitar alimentos gordurosos;
  • Não consumir doces em excesso;
  • Evitar refeições com odores fortes;
  • Aumentar a ingestão de água.

Para saber mais sobre a importância da nutrição para combater efeitos colaterais dos tratamentos, recomendamos o artigo a seguir:

#5 – Orientações quanto à utilização de outros medicamentos 

Seu médico oncologista deve estar ciente de todos os remédios que você utiliza, mesmo que eles não estejam diretamente ligados ao tratamento. 

A causa disso é a eficácia do seu tratamento: outros remédios, até aqueles que parecem inofensivos, podem alterar a absorção do medicamento oncológico em seu organismo. 

Dependendo do organismo, é possível que surjam efeitos colaterais após as sessões de quimioterapia ou radioterapia, por exemplo. 

Por isso, é importante que o oncologista oriente a respeito dos medicamentos que podem controlar tais sintomas.

Outro cuidado que devemos destacar aqui são as vacinas para pacientes oncológicos. O melhor momento para a imunização é antes do início do tratamento ou após a conclusão, entre três e seis meses.

Em relação às vacinas, nós temos um artigo aqui no Blog CON que aborda a importância do assunto. Não deixe de conferir: 

#6 – Como se adaptar à nova rotina e conseguir manter o bem-estar

Se você acha que o diagnóstico de câncer representa uma condenação à rotina, saiba que este pensamento é um erro! 

A prática de exercícios físicos continua sendo fundamental no seu dia a dia, tanto para o corpo como para a mente. 

É certo que o seu médico precisa estar ciente das atividades físicas que você deseja praticar, porque podem haver algumas restrições temporárias.

Porém, existem diversas modalidades de exercícios que podem ser facilmente inseridas em sua rotina e que não exigem um grande preparo físico.

Por exemplo, em nossa página no Facebook, disponibilizamos uma série de vídeos de prática de Yoga com a instrutora Cristina Viana. Os benefícios são vários: da melhora da postura à qualidade da respiração, Yoga é para todos!

#7 – E se acontecer uma emergência oncológica?

Uma última orientação relevante que você deve receber diz respeito às situações que podem ser emergenciais. 

Mesmo que elas não aconteçam durante o seu tratamento, estar pronta(o) para lidar com uma emergência é fundamental para o rápido restabelecimento da saúde. 

Resumidamente, existem duas providências que devem ser realizadas assim que os sinais de alerta forem detectados:

  • Comunicar ao médico responsável pelo tratamento;
  • Ir ao pronto-socorro mais próximo.

Em nosso Blog, temos um conteúdo que explica o que deve ser feito em caso de emergência oncológica. Basta clicar no link a seguir para ler:

 

Repassando o que vimos neste post

  • O diagnóstico pode vir acompanhado de um misto de sentimentos – do medo às preocupações com o futuro. Saiba que é normal se sentir assim;
  •  O mais importante é não permitir que os sentimentos negativos afetem o seu tratamento, seja o início ou a continuidade dele;
  • Busque todo o suporte necessário neste momento e saiba quais orientações que você deve receber do seu médico após o diagnóstico:
    • Alguns sintomas característicos das neoplasias, como náuseas e constipação, podem ser contornados com o apoio de uma anamnese alimentar;
    • É importante que você saiba quais são os seus direitos, pois assim é possível evitar problemas desnecessários lá na frente;
    •  Os exames de rotina são importantes para que o médico oncologista determine qual é o melhor protocolo para o seu caso, garantindo a melhor forma possível de manter o seu bem-estar;
    • Recebeu o diagnóstico? Inicie o tratamento o mais rápido possível; 
    • Seu médico oncologista deve estar ciente de todos os remédios que você utiliza, mesmo que eles não estejam diretamente ligados ao tratamento, pois podem afetar a eficácia; 
    • A prática de exercícios físicos continua sendo fundamental no seu dia a dia, tanto para o corpo como para a mente;
    • Mesmo que não aconteça durante o seu tratamento, estar pronta(o) para lidar com uma emergência é fundamental para o rápido restabelecimento da saúde. 

Lembre-se: você pode confiar no CON para restabelecer a sua saúde de forma leve e positiva. Estamos prontos para ajudar você da melhor forma possível com o suporte de uma equipe multidisciplinar, tecnologias modernas e uma rede extensa de apoio.

 Basta clicar no banner a seguir para agendar a sua consulta:

 

Luiza D'Ajuda

Luiza D'Ajuda

Relacionamento CON


Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. * Campos obrigatórios


CON - Oncologia, Hematologia e Centro de Infusão - Todos os direitos reservados Copyright 2020